quarta-feira, 6 de abril de 2011

sem medo de dizer.

No meu mundo, com meus pensamentos, meus sonhos, desejos, que eu só divido comigo mesma. O que sou vai tão além do que podem ver, eu queria poder libertar o que há dentro de mim, queria saber como fazer todos enxergarem quem eu realmente sou por dentro. Mostrar que posso ser ingênua, mas que nem por isso eu deixo de enxergar quando alguém realmente abusa desse meu jeito, talvez errado, ser assim tão diferente, ser tão minha, tão dentro do mundo que eu mesma criei pra mim. Sou como qualquer outra pessoa, tenho dias bons, e ruins. Tenho meus momentos de sumir, e aqueles em que o que eu mais quero é aparecer por aí, estar em todo lugar. Talvez um dia eu consiga, consiga mostrar tudo o que existe aqui, mostrar tudo aquilo que ninguém pode ver, que eu não permito que vejam, e é tão sem querer. Eu só quero mais liberdade, quero que me entendam mais, e julguem menos. Eu só quero ser eu mesma, sem precisar temer esconder.